Guarda e oparentalidade após o divórcio: a perspectiva das crianças

O que dizem as crianças sobre guarda e coparentalidade após o divórcio?


No início da minha carreira, quando ainda trabalhava como advogada, uma das questões que mais me tocava era a situação das crianças nas ações de divórcio e de guarda, pois nem sempre os seus interesses eram priorizados. Muitas vezes, os conflitos entre os pais tornavam-se o centro da discussão.


Assim, quando retornei à universidade para realizar o Mestrado em Psicologia, em 2018, decidi voltar ao tema da guarda dos filhos após o divórcio dos pais e escolhi pesquisá-lo a partir da perspectiva das crianças. Foi uma experiência incrível!


Entrevistei 26 crianças, 13 meninas e 13 meninos, de 7 a 10 anos, de famílias de diversas configurações. Para mediar nossas conversas, utilizei dois livros de histórias, desenvolvidos especialmente para a pesquisa, que narram a história de dois personagens, Amora e Ben, cujos pais haviam acabado de se divorciar.


Em seus relatos, as crianças compartilharam experiências, sentimentos e sugestões valiosas. Neste vídeo, apresento alguns resultados do estudo.






32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo